A atividade assistida por animais (AAA) é uma atividade casual no intuito de motivar, recrear e socializar, apresentando benefícios emocionais e cognitivos. Essa interação é feita com voluntários e/ou profissionais com seus animais de estimação especialmente treinamos para promover visitas a pessoas de todas idades e ambientes diversos.

A atividade assistida por animais pode ser realizada semanal, quinzenal ou esporadicamente e pode ser repetida de forma individualizada ou em grupo.

Seus objetivos específicos de atuação não são planejados e registrados como na Terapia Assistida por Animais, não envolvendo metodologia ou procedimentos rígidos. Assim, a AAA é uma visita espontânea para promover a interação homem-animal.

Em breve, a Pet Amigo pretende expandir sua atuação para a Terapia e a Educação Assistidas por Animais.

A Terapia assistida por animais (TAA) é uma intervenção direcionada, individualizada e com critérios específicos em que o animal é parte integrante do processo do tratamento. Ela deve ser supervisionada por profissionais da saúde, devidamente habilitados, sendo todo o processo documentado e avaliado periodicamente, objetivando promover a melhora da função física, social, emocional e/ou cognitiva dos pacientes.

Por sua vez, a Educação Assistida por Animais é um processo educativo em que o animal contribui, em parceria com o educador, na introdução de modalidades de aprendizagem, seguindo os mesmos critérios da TAA, mas dirigida por profissionais da área de educação.

 

Benefícios da terapia assistida por animais

 

Ações


Benefícios

Profissionais envolvidos

Contato com animal

> diminui a percepção de dor e ansiedade.                                                       
> aumenta os níveis de endorfina, ajudando a minimizar os efeitos da depressão.                                                                                                                 
> diminui a solidão e a inibição dos pacientes melhorando o comportamento social.                                                                                           
> melhora as relações interpessoais.                                                                      
> nutri a comunicação entre o profissional e o paciente.                                 
 > evidenciado redução de 16% menos medicamentos e saída 2 dias antes dos hospitais do que doentes que não mantinham contato com os animais.                                                                                                            
 > Ajuda a descontrair o ambiente hospitalar.

Psicólogos, Médicos, Enfermeiros, Assistentes social, terapeutas ocupacionais, etc.

 

 

 

 

Chamar o animal


> facilita exercícios fonaudiológicos à pacientes que possuem dificuldades de falar.                                                                                                                       > >pacientes são estimulados a produzir expressões vocais.

Fonoaudiólogos.

 

 

 

Brincar com animal


> Facilita exercícios de coordenação de movimentos.                                       
> Controla o estresse e promove efeitos relaxantes.

Fisioterapeutas.